Autora: Célia Mueller ⎮ diretora Speak English 360

É muito comum as pessoas terem medo, ou vergonha extrema, de falar em um outro idioma. Às vezes, é isso que faz com que elas travem na hora de tentar falar.

Mas, por que algumas pessoas conseguem falar inglês apesar do medo e outras ficam completamente paralisadas?

A resposta está no diálogo interno que pode ser positivo ou negativo. De modo geral, o medo de falar inglês está ligado à falta de controle que a pessoa vivencia na hora de tentar usar o que aprendeu de forma espontânea e imediata. Essa falta de controle gera ansiedade e bloqueia a fala num ciclo de frustração e sensação de fracasso que, por sua vez, retroalimenta o medo de falar.

Por outro lado, existem pessoas que apesar da falta de domínio do inglês, conseguem administrar a ansiedade sem levar tão a sério os possíveis erros durante a fala. Elas geram um ciclo de sucesso no aprendizado. É tudo uma questão de escolha da postura no momento de se expressar no idioma.

Ter medo de falar inglês pode bloquear o seu aprendizado?

Especificamente, o medo de falar inglês pode ser traduzido como medo de errar. Porém, sabemos que toda aprendizagem envolve erros e acertos. 

Vamos agora comparar a vivência de aprendizado quando alunos de inglês assumem uma postura negativa versus positiva. 

Postura negativa

O foco fica totalmente nos erros que são cometidos. A pessoa dá excessiva importância aos possíveis erros durante a fala.

O medo de cometer erros gera muita insegurança e leva a pessoa a evitar sentir a ansiedade causada por isso.

Por evitar a fala, deixa de praticar e o sonho de ser fluente fica cada vez mais distante. A pessoa tira uma falsa conclusão de que ela não é capaz. E quando ela passa a acreditar na sua falta de capacidade, isso leva a um bloqueio no aprendizado.

Postura positiva

o foco fica voltado para os acertos. Cada pequena vitória é um estímulo para dar o próximo passo. A pessoa é guiada pela curiosidade e diversão, como se fosse um jogo consigo própria e vibra a cada novo acerto.

Quando acontecem erros, ela entende que fazem parte natural do processo de aprendizado. Errar significa aprender. Só isso.

A pessoa tira a conclusão de que tem facilidade para aprender inglês. Quanto mais ela acredita nisso, maior a velocidade no aprendizado, porque o processo torna-se prazeroso.

Ou seja, superar o medo de falar inglês é sobre não se preocupar com os erros que vão acontecer inevitavelmente. Ao invés disso, o seu foco deve estar nos acertos e no aprendizado que pode ser extraído através dos erros. É trocar o “não sei” pela atitude de “estou aprendendo”.

Quer se tornar fluente em inglês no menor tempo?

Conheça o programa de fluência acelerada Speak English 360

Precisa de ajuda?
Scan the code